Snapchat e seu ADN 100% em realidade aumentada

Snapchat, a rede social que continua a evoluir

Snapchat nasceu em 2011 e foi concebido por estudantes da Universidade de Stanford na Califórnia. Foi imediatamente muito bem sucedido e ainda está crescendo e se desenvolvendo. 

Em 2015, o pequeno fantasma decidiu lançar Lente, filtros de realidade aumentada que são usados diretamente do smartphone ou da câmera do tablet. Deve-se notar que o Snapchat foi o primeiro a oferecer uma experiência de realidade aumentada nas redes sociais. 

O sucesso das lentes foi rápido e por isso o Snapchat decidiu dar a todos acesso ao software para criar os efeitos. Esta escolha permitiu aos criadores e marcas ter a liberdade de criar um filtro específico e assim oferecer mais efeitos aos utilizadores.

Snapchat é tudo sobre a realidade aumentada

Hoje em dia, 170 milhões de usuários enviam diariamente instantâneos com filtros de realidade aumentada. A empresa sabe que o AR pode fazer muito e que pode transformar uma simples foto/vídeo em uma experiência imersiva.

É por isso que o Snapchat está investindo cada vez mais nesta tecnologia para otimizar suas funcionalidades ou desenvolver novas funcionalidades. 

Aqui está uma lista das novas características que você encontrará na aplicação:

👉🏻 Lentes Locais: Este é um recurso que exigiu muito trabalho da equipe técnica do Snapchat. Permite-lhe pintar fachadas de certas ruas em cores diferentes. A vantagem? Assim que um usuário adicionar tinta, todos os outros usuários a verão diretamente no filtro. É uma espécie de mundo de fantasia colaborativa.  

👉🏻 Snap ML: Esta é uma aprendizagem de máquina que está livremente disponível para os criadores de lentes que lhes permite optimizar a localização do rosto ou de um ambiente. Isto dá mais liberdade aos criadores e oferece uma qualidade ótima para os usuários 

snapchat-filter-cartoon

👉🏻 O projeto que requer mais tempo e investimento do Snapchat é o lançamento de óculos de realidade aumentada. Dois pares de óculos inteligentes já foram lançados pela rede social, mas eles não incluem o AR. Apesar da falta de engajamento do consumidor, a empresa persiste e continua suas pesquisas para oferecer óculos inteligentes que incluirão a realidade aumentada.

glasses-snapchat-reality-augmented